#

  :: Pagina Inicial
  :: Acesso Email
  :: Histórico
  :: Notícias
  :: Videos YOUTUBE
  :: Contato
  :: CONSULTA DE CEP
  :: CONSULTA DE CNH
  :: CONSULTA DE CPF
  :: DETRAN IPVA / MULTAS
  :: HORÓSCOPO
  :: LOTERIAS
 

 
CLIQUES: 5 - DATA CADASTRO: 19/11/2020

Vacina da AstraZeneca é promissora em idosos, revela estudo

A potencial vacina contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, produziu uma forte resposta imune em adultos mais velhos, indicam dados publicados nesta quinta-feira (19), com os pesquisadores afirmando que esperam divulgar os resultados dos testes com a vacina em estágio avançado até o Natal.

Os dados, parcialmente divulgados no mês passado, mas publicados hoje na íntegra na revista médica The Lancet, sugerem que pessoas com mais de 70 anos, que têm maior risco de ficarem graves ou morrerem da covid-19, podem criar uma imunidade robusta.

"As respostas robustas de anticorpos e células T vistas em pessoas mais velhas em nosso estudo são encorajadoras", disse Maheshi Ramasamy, consultor e co-investigador do Grupo de Vacina de Oxford.

"Esperamos que isso signifique que nossa vacina vá ajudar a proteger algumas das pessoas mais vulneráveis em nossa sociedade, mas mais pesquisa é necessária antes que possamos ter certeza", acrescentou.

Os testes em estágio avançado, ou de fase 3, estão em andamento para tentar confirmar essas descobertas, disseram os pesquisadores, e para testar se a vacina protege da infecção pelo vírus Sars-CoV-2 em uma ampla gama de pessoas, incluindo com problemas de saúde subjacentes.

Resultados saem até o fim do ano

Os resultados desses testes devem definitivamente ser conhecidos até o Natal, disse o diretor do Grupo de Vacinas de Oxford, Andrew Pollard, acrescentando que ainda é muito cedo para saber se a vacina funciona na prevenção da covid-19.

"Ainda não chegamos a esse ponto. Obviamente não vamos apressar isso", disse ele à Rádio BBC, do Reino Unido. "Estamos nos aproximando, e definitivamente será antes do Natal, baseado no progresso que temos."

A candidata a vacina Oxford/AstraZeneca está sendo testada no Brasil em estudo liderado pelo Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). O Ministério da Saúde fez acordo com a farmacêutica para adquirir doses da vacina e para a produção dela no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). (Fonte; Agência Brasil)


 
CLIQUE PARA AMPLIAR

BENEDITA TRISTÃO LAURINDO
RAFAEL DOMINGOS FILHO
JOÃO GUILHERME DE MACEDO FILHO
ELIZABETE DE LIMA MATTIAZZI SCANNAPIECO
MARIA MIRANDA ALENCAR
HERCELI VIEGAS SOARES
MARIA JOSÉ DA SILVA ANDRADE
CLORINDA BURGUETI JORDÃO
UMBELINA BOLOGNA
TEBALDO SIMIONATO

CLIQUE PARA AMPLIAR