#

  :: Pagina Inicial
  :: Acesso Email
  :: Histórico
  :: Notícias
  :: Videos YOUTUBE
  :: Contato
  :: CONSULTA DE CEP
  :: CONSULTA DE CNH
  :: CONSULTA DE CPF
  :: DETRAN IPVA / MULTAS
  :: HORÓSCOPO
  :: LOTERIAS
 
CLIQUES: 0 - DATA CADASTRO: 20/04/2018

Hipertensão, o mal que também acomete jovens adultos

 

A rotina corrida e estressante pode acabar motivando práticas menos saudáveis. Como consequência, doenças que antes eram raras em pessoas jovens se tornam mais comuns – entre elas hipertensão. De acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 10% da população brasileira entre 25 e 34 anos tem a doença.

Também chamada comumente de pressão alta, a hipertensão consiste na elevação da pressão das artérias – vasos que levam o sangue do coração para todo o organismo. Se o nosso corpo fosse uma casa, os encanamentos seriam as artérias e a hipertensão poderia ser entendida como um aumento crônico da pressão nesse encanamento.

O perigo é que o processo acontece de forma silenciosa e as pessoas mais desatentas com a saúde acabam descobrindo o problema quando o caso já está mais avançado. “Dados científicos recentes mostram que mais de 10 milhões de vidas a cada ano são perdidas sem necessidade por conta da pressão alta e apenas metade das pessoas hipertensas sabem que possuem a doença”, alerta o clínico geral Davi Liu.

A situação se torna preocupante, sobretudo porque muitos jovens não fazem acompanhamento médico regular devido a pensamentos do tipo “eu não preciso” ou “eu sou jovem”. “A hipertensão também acomete pessoas mais novas, que podem ter infarto, AVC (derrame cerebral) ou doenças cardiovasculares em fase precoce. Casos mais graves podem inclusive resultar em incapacitação ou morte”, ressalta Liu.

A correria do dia a dia faz com que as pessoas não parem para pensar nas suas escolhas. Como deixar de perceber o que escolhemos para comer, qual o tempo que dedicamos para mastigar ou qual o período que reservamos para praticar atividade física. As escolhas mais convenientes, mais práticas e mais prazerosas acabam sendo priorizadas devido à rotina intensa, mas nem sempre elas são as mais saudáveis.

“Dieta rica em gorduras, estresse, cigarro, obesidade, sedentarismo, consumo excessivo de sal são elementos que podem contribuir para a pressão alta”, comenta o médico. Além dos hábitos ruins, existem inúmeros fatores que propiciam o surgimento da hipertensão. Ter histórico de familiares com pressão alta ou eventos relacionados à hipertensão, como infarto e AVC, aumentam ainda mais a necessidade de se cuidar.

Manter acompanhamento regular com um médico e fazer os exames preventivos é uma medida importante para detectar a hipertensão precocemente. Segundo o médico, a prevenção também está relacionada a escolha de alimentos mais saudáveis, controle do consumo de sódio, prática regular de atividade física, manutenção do peso ideal e controle o estresse no dia a dia, além de ser importante evitar cigarro e álcool. Adotar hábitos saudáveis é importante não somente para prevenir a hipertensão, mas para minimizar o risco de desenvolver outras inúmeras doenças e, assim, ter uma vida com mais saúde.  (Fonte:http://ciadaconsulta.com.br)


CLIQUES: 0 - DATA CADASTRO: 20/04/2018

ANS discute nova norma que prevê cobrança de franquia em planos de saúde

 

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) está discutindo a implantação de planos de saúde com pagamento de franquia, modalidade em que o consumidor tem de arcar com um valor além da mensalidade se precisar fazer exames ou consultas que não estão previstos no contrato.

A ANS também colocou em discussão a modalidade de plano de saúde com coparticipação, na qual o consumidor paga uma parte dos custos dos procedimentos.

A agência reguladora esclarece que as modalidades de franquia e coparticipação já existem no mercado de planos de saúde, mas precisam de regras mais claras. Atualmente, cerca de 50% dos usuários possuem planos de saúde com coparticipação e 1% deles com franquia.

Em nota divulgada na quarta-feira (18), a ANS afirma que a nova norma ainda está em discussão e que a expectativa é de que possa entrar em vigor entre o final do ano de 2018 e o início de 2019. "Como se trata de uma proposta que ainda está em discussão, é possível que ajustes ainda sejam feitos", destacou.

 Nos planos de saúde com franquia, o consumidor paga uma mensalidade que tende a ser mais barata que a dos outros planos e tem direito a alguns procedimentos básicos. Se ainda precisar de outras consultas, exames ou cirurgias, tem de pagar do próprio bolso até o valor da franquia que está previsto em contrato. Depois que ele usar toda a franquia, o plano de saúde é que tem de arcar com os gastos.

Existe um limite de pagamento da franquia que não pode ultrapassar o valor da mensalidade. Por exemplo, se o usuário paga R$ 500 por mês no plano, só pagará mais R$ 500 na franquia, totalizando R$ 1.000 por mês. Acima disso, o plano de saúde teria de arcar, desde que os exames e consultas estivessem dentro da cobertura prevista em contrato.

No caso dos planos com coparticipação, o usuário paga um valor para a operadora em razão da realização de um procedimento. As operadoras de planos de saúde alegam que a modalidade torna o plano mais barato. Os usuários pagam uma mensalidade e mais um percentual do valor de exames ou consultas. Atualmente, as regras desse tipo de plano são definidas entre o contratante e a operadora. (Fonte: Portal G1)
 


CLIQUES: 0 - DATA CADASTRO: 19/04/2018

Vacinação contra gripe começa na segunda-feira (23 de abril) em todo o país

 

O Ministério da Saúde, em conjunto com os estados e municípios, realiza a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. A mobilização começa no dia 23 de abril e seguirá até 1º de junho, sendo sábado (12 de maio) o dia de mobilização nacional. Ao todo, deverão receber a vacina 54,4 milhões de pessoas que integram os grupos prioritários. Para isso, o Ministério da Saúde adquiriu 60 milhões de doses da vacina, que serão entregues em etapas aos estados.

O Ministério da Saúde está assegurando vacina para 100% do público-alvo da campanha. O grupo prioritário da campanha são pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses aos menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas - e os funcionários do sistema prisional.

Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também devem se vacinar. Este público deve apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.

A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. Ela protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS, (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). Neste ano, apenas a cepa da influenza A (H1N1) não foi alterada. (Fonte: Ministério da Saúde)


CLIQUES: 0 - DATA CADASTRO: 18/04/2018

 Número de divórcios volta a crescer após três anos consecutivos em queda

 

De acordo com o último levantamento do Colégio Notarial do Brasil – Seção São Paulo (CNB/SP), entidade que congrega os cartórios de notas paulistas, os tabelionatos de notas de todo o País lavraram 69.926 divórcios extrajudiciais em 2017.

O número é 2,5 por cento superior ao total registrado no mesmo período do ano anterior (2016), quando foram lavrados 68.232 atos da mesma natureza. Segundo o CNB/SP, esta é a primeira alta no número de divórcios extrajudiciais em todos o Brasil após três anos consecutivos em queda: 2016 (-1,3 por cento), 2015 (-2,3 por cento) e 2014 (-0,4 por cento). 

 “Antes da aprovação da Lei 11.441/07, que normatizou a realização de divórcio extrajudicial, e, principalmente após a Emenda Constitucional 66, em 2010, que facilitou ainda mais a separação, havia um número represado de casais que desejavam se divorciar. Agora é normal que se estabilize ou diminua. Como podemos analisar, houve uma variação positiva, mas nada que saia da curva do normal”, afirma Andrey Guimarães Duarte, presidente do CNB/SP.

São Paulo foi o estado que mais lavrou divórcios em 2017, com 17.269, número maior que os 16.998 computados em 2016. O aumento representa variação de 2 por cento no intervalo analisado. O estado paulista é seguido, respectivamente por Paraná e Minas Gerais.

A mesma tendência se repetiu na capital paulista, que registrou uma das maiores altas do país. Foram lavrados na cidade 5.882 divórcios em 2017, aumento de aproximadamente 9 por cento frente aos 5.361 atos da mesma natureza realizados em 2016.

 Mais rápido, sem burocracia

Nos cartórios de notas, os procedimentos são realizados de forma ágil e com a mesma segurança jurídica do Judiciário. Se não houver bens a partilhar, um divórcio pode ser resolvido em poucas horas, caso as partes apresentem todos os documentos necessários para a prática do ato e estejam assessoradas por um advogado.

Podem se divorciar em um tabelionato de notas os casais sem filhos menores ou incapazes e também aqueles com filhos menores em que questões como pensão, guarda e visitas estejam previamente resolvidas no âmbito judicial. Também é necessário que não exista litígio entre o casal.

 “Os divórcios em cartório são feitos de forma rápida, simples e segura pelo tabelião de notas. O CNB/SP ressalta que mesmo os casais que já tenham processo judicial em andamento podem desistir dessa via e optar por praticar o ato por meio de escritura pública em cartório, quando preenchidos os requisitos da lei”, pondera Andrey. (Fonte: Colégio Notarial do Brasil)

 


CLIQUES: 0 - DATA CADASTRO: 15/04/2018

41 mil sacaram FGTS em demissão por acordo após entrada em vigor da nova lei trabalhista

 

Com a entrada em vigor da nova lei trabalhista, ao menos 41 mil trabalhadores já fizeram saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) após terem entrado em acordo com o empregador para serem demitidos, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

A nova lei trabalhista trouxe a possibilidade da demissão por comum acordo. Nessa modalidade, a empresa paga uma multa menor sobre o saldo do FGTS, de 20% em vez de 40%. O trabalhador pode ainda movimentar até 80% do valor depositado pela empresa na conta do FGTS. Por outro lado, fica sem direito ao seguro-desemprego.

 
 
Caiu nos últimos meses o número de saques no FGTS por demissão sem justa causa. De novembro a fevereiro, foram 5,115 milhões de saques por este motivo ante um total de 5,662 milhões entre novembro de 2016 e fevereiro de 2017. 
 

Nos casos de demissão sem justa causa e por decisão do empregador, o trabalhador desligado pode sacar o valor total do FGTS depositado pela empresa, além de multa de 40% sobre o saldo do FGTS. (Fonte: Portal G1)

 


CLIQUES: 0 - DATA CADASTRO: 12/04/2018

Prazo para compensação de cheques de até R$ 299,99 cai para um dia útil

 

A partir de 16 de abril os cheques de valores inferiores a 300 reais serão compensados em um dia útil, e não mais em dois dias, anunciou nesta quinta-feira (12 de abril) a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Com isso diminui o tempo em que o dinheiro de um cheque depositado entra na conta da pessoa, ou empresa, favorecida.

Além de unificar a sistemática de compensação de cheques, que antes era determinada por faixas de valores, a nova regra determina que todos os documentos sejam compensados no ambiente da Centralizadora da Compensação de Cheques (Compe).  Os bancos e a Compe tiveram 180 dias para se adequarem às novas regras. 

Como era 

Pelo sistema de compensação por faixas de valores, os cheques de até R$ 299,99 eram liquidados em dois dias úteis; os de valor superior a R$ 299,99 em um dia útil. 

Um fator que contribui para a redução no prazo de compensação é a queda no número de cheques liquidados no Brasil. Em 2017, foram compensados 494 milhões, um volume 85% menor em relação a 1995, quando foram compensados 3,3 bilhões de cheques.  

A redução ocorreu em um momento de expansão do número de contas correntes no país. De acordo com a Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária, o total de contas correntes em 1995 totalizava 39 milhões no Brasil, número que alcançou 161 milhões em 2017. O cliente bancário tem deixado, cada vez mais, de usar cheques, e optado por outros meios de pagamento, em especial as transações digitais. Atualmente, o total de operações bancárias realizadas por internet banking e mobile banking respondem, juntos, por 57% do total de transações feitas em todo o país. (Fonte:Febraban)


CLIQUES: 0 - DATA CADASTRO: 5/04/2018

Petrobras reduz preço médio do gás de cozinha em 4,4%

 

Petrobras anunciou nesta quarta-feira redução de 4,4% no preço do gás de cozinha embalado em botijões de até 13 kg. O novo valor entra em vigor a partir desta quinta-feira, 5. O preço para as distribuidoras passa para 22,13 reais o botijão, ante 23,16 reais em 19 de janeiro, informou a petroleira estatal em seu site.

Os reajustes do gás de cozinha passaram a ser trimestrais a partir de janeiro de 2018. O insumo da Petrobras tem como referência o preço dos gases butano e do propano no mercado europeu, mais uma margem de 5%.

Em dezembro, a Petrobras informou que decidiu revisar a metodologia de reajuste dos preços do gás de cozinha após uma disparada de quase 70% nas cotações do produto para os distribuidores desde o início de junho, o que trouxe impacto relevante para grande parte da população. A empresa disse que vai buscar suavizar o efeito das oscilações de preço.

A estatal afirmou que o Grupo Executivo de Mercado de Preços (GEMP) concluiu que, embora os preços do GLP praticados no Brasil devam ser referenciados ao mercado internacional, a metodologia necessita ser revista para que seja suavizado o efeito do repasse da volatilidade dos preços externos para um bem de primeira necessidade.

“O fundamento para isso é que o mercado de referência (butano e propano na Europa) está apresentando alta volatilidade nos preços, agravada pela sazonalidade (inverno) naquela região. Desta forma, a correção aplicada esta semana foi a última realizada com base na regra vigente”, declarou a empresa em nota. (Fonte: Veja On-Line)


CLIQUES: 0 - DATA CADASTRO: 29/03/2018

SAIBA O QUE FUNCIONA E O QUE NÃO FUNCIONA NO FERIADO DE SEXTA-FEIRA SANTA, 30 DE MARÇO

 

 

Lixo doméstico - recolhimento será no sábado (31 de março)

Casas lotéricas - fechadas na sexta, reabrindo no sábado, das 8h30 às 13 horas

Feira livre - não haverá neste domingo

Postos de saúde - fechados na sexta, reabrindo na segunda-feira (2 de abril), das 7 às 17 horas

Bancos - fechados na sexta, reabrindo na segunda-feira (2 de abril), das 10 às 15 horas

Supermercados - Biazoto, das 8 ao meio-dia; Campeão, das 7h30 às 13 horas; Rede Forte, das 8 às 22 horas; e o Dia, das 8 às 13 horas


CLIQUES: 0 - DATA CADASTRO: 27/03/2018

Depressão é a doença que mais rouba anos saudáveis dos brasileiros

 

Estima-se que mais de 300 milhões de pessoas sofram com a depressão, por isso é muito importante conhecer os remédios e tratamentos que podem ajudar quem está sofrendo com a doença. Um estudo comprovou a eficácia dos medicamentos em casos graves.

Ninguém imagina que por trás de um bom emprego, da convivência tranquila com família e amigos, pode haver uma depressão. A doença tira a vaidade, o ânimo e pode até levar ao isolamento e à perda completa da vontade de viver.

Cada paciente tem um tratamento diferente para a depressão. Depende de quanto as atividades rotineiras são afetadas e o grau de sofrimento para executar aquilo que é necessário e/ou prazeroso. O remédio é ainda mais individual. Se o paciente tem excesso de sono, ele precisará de uma droga mais estimulante. Se for insone, uma que cause sonolência.

Casos mais leves podem ser tratados com exercícios e alterações ambientais. Eles podem ser mais eficientes e trazerem mais benefícios do que os remédios. Se o caso for grave, além dos remédios é preciso investir também em melhora dos outros fatores.  (Fonte; Portal G1)

 
 


CLIQUES: 0 - DATA CADASTRO: 26/03/2018

Feriado faz mudar um dia da coleta de lixo doméstico

 

Em virtude do feriado da sexta-feira santa (30 de março), a coleta de lixo doméstico, realizada normalmente na segunda, quarta e sexta, acontece excepcionalmente neste sábado (31 de março) e não na sexta.

Já a coleta de poda de jardins e galhos será nesta quinta-feira (29 de março) na região central da cidade. O Departamento de Serviços Urbanos pede que moradores da área central coloquem suas podas na rua até quarta-feira (28 de março).



PAGINAS :
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
41
42
43
44
45
46
47
48
49
50
51
52
53
54
55
56
57
58
59
60
61
62
63
64
65
66
67
68
69
70
71
72
73
74
75
76
77
78
79
80
81
82
83
84
85
86
87
88
89
90
91
92
93
94
95
96
97
98
99
100
101
102
103
104
105
106
107
108
109
110
111
112
113
114
115
116
117
118
119
120
121
122
123
124
125
126
127
128
129
130
131
132
133
134
135
136
137
138
139
140
141
142
143
144
145
146
147
148
149
150
151
152
153
154
155
156
157
158
159
160
161
162
163
164
165
166
167
168
169
170
171
172
173
174
175
176
177
178
179
180
 
CLIQUE PARA AMPLIAR

CATARINA CÂNDIDA DE JESUS
CABO CLAYTON GOIS DE OLIVEIRA
MARIA IRAYDES CARENZI DA SILVA
CONCEIÇÃO APARECIDA ROSA DE CAMPOS
EDNA FERREIRA GOLFIERI
ISMAEL MUNHOZ
GLAYSE FABIANA PEIXOTO
EVA BRAZ SABINO
MARIA HELENA NEGRI
MARIA APARECIDA DOS SANTOS COSTA

CLIQUE PARA AMPLIAR